sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Apocryfal: Aberration of Mind


Death Metal


Finlândia, lindo país que consegue sempre surpreender o mundo com potentes nomes no mundo do Metal e sempre com a melhor qualidade possível.

O Power Metal da Finlândia é um dos mais conhecidos mundialmente, não colocarei em um padrão quem é melhor que quem, mas em particular, o Power Metal desse país gelado é melh

Finlândia surpreende não só pela qualidade do Power Metal, mas também por lançar artistas de outros gêneros ainda dentro do metal com tanta qualidade quanto e dessa vez a banda Apocryfal mostra que seu Death Metal faz o país gelado se tornar uma labareda de fogo.

Começando sem medo a banda aposta na faixa “Intro (A Grievance)” uma faixa que é totalmente Death Metal, tem a qualidade impecável e assim que você escuta o vocal você consegue notar que essa banda é genial, realmente o trabalho dessa banda é surpreendente, e ela não deixa faltar à vida do ódio, o gutural utilizado é muito bem trabalhado, mesmo com peso ele é um tanto aberto e consegue fazer você entrar no inferno.

O mais interessante dessa banda é que ela começa o trabalho dela já apostando em uma música totalmente destruidora mesmo sendo um tanto cadenciada, de extremo bom gosto e sentimento destruidor, e diferente das outras bandas, ou de sua maioria, ela aposta em cantar essa primeira faixa em finlandês, dando um toque de cultura e de técnica ainda maiores no seu som.

A segunda música é a “Contra” que tem uma qualidade muito pesada, riffs que conseguem fazer você sentir o peso que tem o caminhar do Demônio tentando te achar, uma música que é extremamente bem feita, a qualidade do som ficou impecável, muito bem produzido, a bateria tem um poder muito grande e consegue trabalhar com os pratos e fazer você tremer por dentro, você consegue entrar no mundo em que o fogo está consumindo tudo, o chão abre e assim que abre ele começa a vomitar corpos deformados saindo do fogo do inferno, uma música que consegue fazer o exercito do satã dominar o mundo.

O anonimato de algumas bandas é realmente um mistério em alguns casos, essa banda é um tanto nova em questão de lançamentos, tem apenas uma Demo intitulada “Ravens”  que saiu via independente, e o lançamento mais recente que carrega as duas músicas anteriores, que é o EP intitulado “Aberration of Mind”, esse EP consegue fazer muitos álbuns pensados durante muitos anos se tornarem fracos de tão bem feito que é, a banda mostrou que com o foco de fazer a música brutal e sem frescura e sempre tendo como pensamento fazer o que gosta, fez a diferença e conseguiu construir um lançamento impecável.

Mother of All é uma música que você consegue escutar perfeitamente tudo, o baixo é tão vivo quanto você poderia imaginar em uma música de Death Metal, uma potência que consegue fazer sua alma se tornar cada vez mais pulsante, a música conta com uma bateria muito bem trabalhada que consegue ser densa e trazer muita violência, consegue trabalhar muito bem com os pratos e com a velocidade, uma forma de destruir tudo que está em seu caminho, um pedal que consegue fazer você sentir o gosto de sangue na boca, uma música que faz a diferença dentro do EP, a banda consegue mostrar o seu verdadeiro Death Metal e isso é o que falta em algumas bandas.
Apocryfal está conseguindo seguir um caminho da melhor forma possível, conseguindo fazer o som denso que sempre desejou ser ainda mais completo, uma revelação fez 2013 tremer.

Para encerrar o álbum a banda escolheu a música “A Theist” a música que tem uma atmosfera muito Death Metal, mas também consegue te puxar para um lado mais obscuro, um lado que lembra um pouco o Blackned Death Metal, uma porrada que faz você chorar sangue, um encerramento perfeito para um EP tão perfeito quanto.



Postado por: Renan Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário