quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Laster: De verste verte is hier



 Atmospheric Black Metal


Laster o Atmospheric Black Metal carregando as almas para o outro mundo.

A banda tem uma atmosfera muito impecável e consegue fazer você entrar em um cenário totalmente diferente, uma das principais características da banda é que ela consegue puxar o Black Metal antigo da forma mais impactante possível.

Não focado em criar algo exagerado, mas sim em criar algo bem feito, bem construído, Laster tem como foco ser interessante impactante e completa e isso ela consegue facilmente.

A carreira da banda tem poucos lançamentos, contando com apenas uma DEMO intitulado “Wijsgeer & Narreman” que saiu via independente e um álbum que é sensacional que é o “De verste verte is hier” que saiu via Dunkelheit Produktionen.

Dunkelheit Produktionen acertou muito em escolher esse álbum, pois a criatividade que você consegue puxar logo na primeira faixa intitulada “Alles wat mij bevalt, ontvalt me” é incrível.

Alles wat mij bevalt, ontvalt me mostra um mundo diferente, uma bateria que consegue criar uma velocidade muito intensa, uma sonoridade que sabe explorar bem o que tem em seu caminho, um prato que é totalmente explorado, uma velocidade que em determinados momentos fica ainda maior conseguindo fazer da musica ainda mais impactante.

Começando o álbum dessa forma, a banda não poderia errar em escolher uma segunda música de tanta qualidade, e ela não errou, pois escolheu a faixa “Tot de tocht ons verlicht” que começa de forma atmosférica, mas logo em seguida ganha uma velocidade de extrema euforia, uma música que faz você pensar no seu dia a dia, uma música que te faz sentir a alma molhada da chuva que cai tão lentamente do céu fazendo do seu momento ainda mais marcante, uma música que faz você querer escutar mais e mais do trabalho da banda.

O vocal dessa banda tem uma característica muito intensa, ele consegue explorar bem o que tem e faz um Harsh Vocal muito aberto conseguindo em alguns momentos lembrar até o próprio Depressive Black Metal que é um subgênero magnífico do Black Metal, mas a banda não perde suas características reais.

Poucas são as bandas que conseguem explorar tudo o que tem em suas mãos, mas isso não acontece com essa banda, Laster consegue mostrar que seu atmosferic Black Metal é diferenciado por não ser repetitivo e nem ser cansativo, muitas bandas acabam pecando com isso, uma das melhores formas de criar é fazendo um som simples, e a Laster consegue fazer isso da forma mais sensacional possível.

Laster conta ainda com o músico W. Damiaen, que é membro da banda Nevel de Depressive Black Metal, uma excelente banda, e isso fazem da Laster com mais qualidade ainda, uma banda que tem tudo para conseguir muito espaço no mundo do Black Metal e do Atmospheric Black Metal, os países baixos mostrando sempre seu poder dentro do mundo do Metal.

Ik - mijn masker a música que começa trazendo o sentimento do obscuro, a música que consegue fazer você notar muito bem o Atmospheric ao fundo, a guitarra consegue criar uma linha extremamente bem feita para sua mente se sentir confortável dentro do caos, uma melancolia, uma lágrima que consegue aparecer dentro do obscuro, uma forma cada vez mais interessante de fazer tudo ser mais impactante.

Laster ganha muito com a capacidade de trazer o real Black Metal dentro da música, sempre conseguindo mesclar da forma mais interessante possível o Black Metal tradicional com suas vertentes e fazendo disso algo marcante, um álbum sensacional que conseguiu fazer de 2014 ainda melhor.



Postado por: Renan Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário