segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Cvinger: The Enthronement ov Diabolical Souls



Black Metal


Cvinger, a morte caminha mais lentamente com o Black Metal bem feito dessa banda extremamente bem feita.

A banda foi criada em 2012 e tem sua carreira bem curta em questão de lançamentos, apenas uma Demo intitulada “Abyss of Horns” que saiu via independente, um EP intitulado “Monastery of Fallen” que saiu em 2013 e seu último lançamento é o mais impactante de todos que é o álbum “The Enthronement ov Diabolical Souls” que mostra a qualidade da banda sem deixar faltar absolutamente nada.

Não é segredo que a banda conseguiu fazer um som excelente em pouco tempo, e ela consegue mostrar como fazer um Black Metal bem trabalhado sem fugir da qualidade clássica desse gênero tão importante no mundo do Metal.

A primeira música intitulada “Chapter I: Charons passage to the world beyond” e não diferente de outras bandas, a Cvinger aposta em um instrumental, um instrumental que deixa um clima muito obscuro dentro do álbum, um vocal aparece, uma forma de fazer as almas levantarem do rio dos mortos.

Com um instrumental de qualidade tão forte não poderia fazer do restante do álbum algo fraco, e a banda não fez, a segunda música intitulada “Anno Inferni” tem uma bateria muito potente que consegue mostrar como um demônio acaba com a paz, a guitarra consegue criar uma linha de riff’s da melhor qualidade, o sentimento de obscuridade começa a nascer na alma de todos e assim a música consegue se tornar cada vez mais impactante, cada vez mais interessante, o vocal não deixa faltar empenho, o vocal rasgado, mas passando para o gutural em alguns momentos faz da música ainda mais das sombras.

A faixa Summoning começa de forma aterrorizante com um vocal super grave, você consegue imaginar apenas de escutar o vocal, muitas pessoas indo para a igreja, um reino que grita as mentiras de forma camuflada e consegue tomar o controle das almas perdidas, uma música que consegue colocar todo o sentimento de obscuridade de todos os integrantes da banda, uma música que consegue mostrar que o Black Metal está muito vivo e está cada vez mais explorado e essa banda sabe trabalhar com o que tem da melhor forma possível.

Um fato muito interessante da banda é que ela consegue explorar muito bem todos os instrumentos, a bateria conta com um pedal duplo em alguns momentos que consegue deixar tudo ainda mais brutal, a faixa “Eikmus Manifestation” é mestre em mostrar isso, uma forma de peso que monta o medo em sua mente, o baixo é muito bem explorado e fica nítido conforme escuta o álbum, um álbum que realmente surpreende e faz de 2014 ainda mais sensacional.

Não apenas no instrumental a banda sabe trabalhar, o vocal da banda é muito bem explorado, a técnica é muito valida, é muito bem construída, o vocalista consegue mudar do Harsh Vocal que não está tão aberto nessa banda, para o gutural que fica nítido na faixa “Bogs of the Ancient Ones”, uma música excelente e muito rápida, os riffs dignos do Black Metal aparecem e conseguem fazer ainda mais qualidade.

Quem comprar o álbum “The Enthronement ov Diabolical Souls” pode ter uma certeza, música de qualidade não vai faltar em momento algum, sempre vai ter uma música que vai te fazer se sentir dentro do mundo da destruição, mas difícil ver isso em apenas uma das bandas, uma banda destruidora de mundos.

Outro ponto importante é que quem comprar o álbum terá excelentes imagens para conferir, a arte de capa do álbum é realmente linda, uma arte que consegue absorver tudo que existe dentro do álbum, qualidade, intensidade, criatividade e muita originalidade dentro do Black Metal para não fazer todas as músicas iguais, um álbum que faz o Black Metal ser ainda mais forte em 2014 que foi um ano de grandes lançamentos.



Postado por: Renan Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário