quinta-feira, 29 de maio de 2014

D.A.M: Phantasmagoria


5/5

Como sempre eu posso dizer que o Brasil traz uma gigantesca quantidade de bandas excelentes, bandas que surpreendem da forma mais positiva de todas.

Seria um pecado não falar da banda que vem crescendo de uma forma absurda dês do primeiro lançamento que é a banda D.A.M.

Criada por Guilherme à banda de Melodic Death Metal apresenta uma sonoridade muito própria, ela consegue sair da parte comum e ela cria um universo de velocidade intensa em sua mente que vai virando pó ao decorrer das músicas.

Em seu lançamento, o EP mais recente intitulado “Phantasmagoria”, essa banda mostrou o motivo de tanta euforia e de tantos pedidos para ela fazer um show logo.
As músicas desse EP são surpreendentes, músicas intensas e que fazem você querer sair correndo por todos os lugares quebrando tudo.
A primeira faixa intitulada “Banished from Paradise”, é uma música intensa do começo ao fim, e quando eu digo intensa eu quero dizer que a música é de fato retardada, ela não tem uma pausa, é todo momento muita velocidade em todos os instrumentos e podemos notar uma gigantesca evolução no modo de criar da banda e até mesmo no vocal que está mais interessante e agressivo.
Essa magnífica faixa conta com partes em que o vocal sai do caminho normal e vai para o Gutural mais extremo, dando uma junção incrível, e como de costume, um Melodic Death Metal que não tem voz de peito é difícil achar, e nessa música também tem isso, ou seja, uma música completa.

Continuando o álbum e já seguindo para a faixa de número 2 que é intitulada “Fear(Lunar Body)”, você consegue notar uma introdução gigantescamente Power Metal, você escuta o teclado criando um ritmo “feliz” e muito positivo, mas isso não tira o potencial da música, pelo contrário,o D.A.M conseguiu com isso mostrar o quanto é criativo e que não tem medo de tentar criar coisas novas.
Essa música também conta com vocal de peito, e a bateria dela é mais cadenciada que a faixa anterior, uma faixa sensacional de uma banda formidável.

Phantasmagoria, essa música que carrega o nome do EP vem com uma potência de outro mundo, o som do teclado ao fundo faz parecer que tem uma orquestra por completo criando a atmosfera da música, mas assim que o som fica mais baixo e vai crescendo de acordo com o tempo, você consegue notar o quanto é formidável o teclado.
Com sua sonoridade rápida e esmagadora o teclado ganha um espaço muito grande, e isso é fundamental para a banda, afinal, o teclado e a voz são as armas mais marcante do D.A.M.

É quase impossível eu parar para dizer qual é a melhor faixa do EP, pois se pra muitos  música boa são feitas com o coração e pro EP ser bom precisa de uma sequencia de músicas incríveis, então não tem problema, pois esse trabalho é assim, é uma música melhor que a outra, e isso só cresce o trabalho desse grande músico que temos a honra de ter vestindo a roupa do Metal.

Agora com a faixa de número 4 intitulada “Lord of Dreams(S.I.Dm)” mostra o quanto essa banda é completa e mostra o quanto ela pode surpreender, pois a música vem em um riff mais melódico na guitarra e consegue ao mesmo tempo que isso criar uma linha de instrumental que não é cansativa em momento algum e também não deixa de ser rápida e intensa.
Se  você sente falta de conhecer uma banda que toque algo tão impecável e tão sem frescura e que tenha voz de peito dentro do mundo do Melodic Death Metal, então D.A.M melhor dica possível.

Para encerrar o trabalho não poderia ser qualquer faixa, teria que ser algo fantástico, algo magnífico, algo no nível do D.A.M.
E com esse pensamento a banda colocou de ultima faixa, a música “End of Light”, essa música é alucinada, ela não para um minuto e tem uma batida forte, ela é do começo ao fim surpreendente, o trabalho todo só mostra o quanto essa banda tem para oferecer e o quanto ela tem para crescer no mundo do Metal Nacional, D.A.M nunca decepciona.


Postado por: Renan Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário