quarta-feira, 30 de abril de 2014

Eithel Sirion: Sigillum Diaboli



É impossível não ter um carinho pela França falando no mundo do Metal, principalmente quando se trata do Black Metal.

Não só no Symphonic Black Metal, Melodic Black Metal a França se supera, e sempre, ela sempre tem ótimos representantes e cada vez mais faz o país crescer no mundo do Metal, e mesmo que não tenha um nome que é conhecido em todos os cantos do mundo, o underground do Black Metal Francês é outro nível, um absurdo de criatividade misturado com muita originalidade e sentimento.

E é quase impossível falar do underground da França e do Black Metal em geral, e não falar da banda Eithel Sirion.

Eithel Sirion essa obscura banda tem uma tremenda qualidade e que surpreende com a pureza de seu Black Metal, e logo na sua segunda Demo intitulada “Sigillum Diaboli”, a banda já demonstrou a sua qualidade, e na primeira faixa que já começa com o título da Demo “Sigillum Diaboli”, a música traz uma atmosfera muito carrega e que completa toda a alma obscura da banda, e com um vocal totalmente aterrorizante, que parece que o próprio Demônio está conversando com você aclamando por sua alma, a banda da inicio para esse trabalho sensacional.

A segunda faixa “Satanic Immortal Veneration”, é uma verdadeira energia em forma de pedrada na boca, uma impactante música com uma bateria rápida e um som totalmente saturado e o vocal dessa música é tão sensacional, o urro inicial faz com que você imagina que um gárgula está sobrevoando o inferno e sua alma está lá para que você seja devorado por completo, o vocal quando começa a ser cantado em ritmo ao instrumental, você pode notar uma leve distorção que faz como se o corpo das pessoas estivessem entrando em estado de decomposição e as almas gritando por socorro.

O som rústico da banda é muito marcante, é único e difícil de achar hoje em dia, pois o trabalho deles tem uma sonoridade bem de Demo mesmo, mas uma Demo de qualidade, uma que traz um trabalho muito técnico e dedicado as forças obscuras do planeta.

A atmosfera é muito utilizada nessa banda e nessa música “Folorn Of Hope”, terceira música da Demo, você consegue sentir o seu corpo tremer com tamanha obscuridade colocada nessa faixa, o vocal dessa música é algo sensacional que amedronta é como se existisse um Demônio dentro da mente de cada um lutando para sair, gritando em seu ouvido para que você cometa algo de errado para que ele possa vencer a guerra.
A guitarra distorcida dessa faixa da um tom muito agradável e muita energia, a bateria é como se fosse o coração do inferno batendo todo momento e acelerando conforme o medo das pessoas fique maior, o baixo também é muito interessante pelo fato de completar perfeitamente a atmosfera.

Mesmo chegando perto do fim da Demo a banda não se desesperou e conseguiu ainda assim manter seu incrível trabalho, e na penúltima faixa intitulada “Command And Conquer”, a banda continuou com a sua linha de criação muito única.

Só que um pouco mais intensa que as anteriores a faixa mostra uma grande velocidade na bateria, e riff’s mais melódicos, porem, tudo muito obscuro, e é formidável ver como essa banda consegue fazer ser fácil criar um som tão único assim, o vocal é algo de outro mundo, um gutural praticamente de muita intensidade e muita potência com obscuridade, é tenebroso o trabalho dessa banda que carrega a bandeira Francesa.

E para orgulhar a França a Demo é encerrada com a melhor faixa do trabalho.
Intitulada “Despair And Tears”, a música vem com uma impactante e diferente forma de demonstrar o sentimento, dessa vez com o ódio mais evidente que nunca, a música ganhou uma atmosfera mais carregada, uma verdadeira trilha sonora da poesia macabra.



Postado por: Renan Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário